Você com certeza já ouviu falar da importância dos lanches intermediários, aqueles que a gente faz entre as refeições principais. No geral, as pessoas falam deles como opção para acelerar o metabolismo com foco na perda de peso, o que é verdade. Se tiver castanha-do-pará no meio, melhor ainda para a sua saúde, mas é importante não abusar, pois a castanha é um alimento calórico.

A castanha-do-pará é uma excelente opção para lanchinhos entre as refeições. Além de ser uma delícia, essa semente também é dona de uma série de benefícios à saúde. Entre os principais, está a presença de gorduras boas, fibras, vitaminas e minerais.

Quer entender melhor as propriedades desse alimento e por que é tão importante incluí-lo no cardápio?

Também conhecida como castanha-do-Brasil, ela é a semente da castanheira-do-pará — típica da região norte e um dos principais produtos de exportação da Amazônia. Ela faz parte do grupo das oleaginosas e apresenta uma casca fina e marrom, com uma polpa branca muito saborosa. E o melhor: possui vários benefícios nutricionais!

O principal destaque está na qualidade das gorduras. Em duas unidades, encontramos, aproximadamente, 11 g de gordura, das quais 68% são as chamadas “boas” (poli e monoinsaturadas). Elas ajudam a diminuir o colesterol ruim (LDL) e a aumentar o bom (HDL). Você pode saber mais sobre a importância das gorduras boas aqui.

A castanha-do-pará apresenta boa quantidade de fibras, essenciais para o funcionamento ideal do intestino. Em relação a vitaminas e minerais, em apenas duas unidades é possível atingir, em porcentagens de consumo recomendado para um dia:

25% de magnésio, importante para o processo que gera energia no corpo;

18% de fósforo, essencial para a contração muscular e transmissão de impulsos nervosos;

10% de zinco, faz parte do sistema de defesa do corpo;

9% de vitamina B1, que também participa do processo que gera energia no organismo.

Outro ponto que chama atenção é a presença de selênio e vitamina E. Os dois são importantes antioxidantes, que combatem os radicais livres e previnem, assim, o envelhecimento precoce e o surgimento de algumas doenças.

Como incluir a castanha-do-pará no cardápio de forma prática?

Ela pode ser consumida como um lanche intermediário, entre as refeições. Outra opção é adicionar as sementes em saladas, frutas, iogurtes e outras preparações. Mas atenção: por ser um alimento calórico, é importante não exagerar nas porções.

Que tal um panini Grão Sabor Castanha do Pará e Quinoa para hoje? Veja a receita aqui.

Já conhece as novas embalagens de Grão Sabor? Nossos pães especiais estão de cara nova!