Muito se discute sobre o que comer, quanto comer, o que é permitido, o que é proibido, mas a alimentação vai muito além disso. Uma área que recebeu atenção nos últimos anos é o impacto das distrações na maneira como comemos, ou seja, o comportamento no momento da refeição, pois, o que se tem visto é que essas distrações podem levar ao aumento da ingestão de alimentos, tanto na refeição em questão, como nas próximas refeições do dia.

Distrações essas como assistir televisão no momento da refeição, trabalhar, usar computador, jogar videogame ou até mesmo utilizar o celular (muito comum hoje em dia), além do local onde essa refeição é realizada (ruídos e quantidade de pessoas) e o tamanho do prato (quanto maior, cresce também a chance de aumentar a quantidade consumida) podem causar distrações, tornando as escolhas inconscientes no momento tanto da escolha dos alimentos, como da própria refeição, afetando tanto a quantidade como a qualidade dos alimentos.

O Ministério da Saúde recomenda que se coma com atenção, devagar, desfrutando de todos os prazeres e sensações que os alimentos trazem (cores, aromas, texturas diferentes e únicos), sentando-se à mesa e fazendo tudo isso sem se envolver em outra atividade. Além disso, refeições feitas em horários semelhantes todos os dias e consumidas com atenção e sem pressa, podem também favorecer a digestão dos alimentos e evitar o consumo maior do que o necessário. Os mecanismos do nosso corpo que regulam o apetite são complexos, dependem de vários estímulos e levam tempo até sinalizarem que já comemos o suficiente. Quando durante o ato de comer se está atento a todos os sentidos (fome, saciedade, sensações e emoções) e apenas a eles, aumenta-se naturalmente a concentração, prolongando a duração dessa refeição, e favorecendo assim, a sinalização de fome e saciedade (regulação dos estímulos internos).

Mais de 200 decisões por dia são tomadas relacionadas à alimentação, e, em cada uma dessas decisões, tem-se a oportunidade de fazer escolhas conscientes ou de ser influenciado por esses distratores. Comece com um passo por vez e, a cada dia, você verá que tendo atenção no momento de escolha dos alimentos e também durante a refeição, estará contribuindo para uma alimentação mais prazerosa e consciente.