A gastrite é uma condição que pode acontecer com pessoas de qualquer idade, causando dor e/ou queimação e desconforto na região entre o umbigo e o peito. Ela pode ser só um episódio mais curto ou isolado ou com maior duração (crônica), precisando de tratamento mais prolongado. O importante é entender que, em ambos os casos, os sintomas aparecem porque a parte de dentro do estômago tem alguma lesão ou até mesmo inflamação.

A alimentação, por sua vez, é um fator que pode tanto favorecer o aparecimento da gastrite, quanto ajudar muito no tratamento. O que vai influenciar no resultado é o tipo e a frequência dos alimentos consumidos. Nesse sentido, os especialistas recomendam para a prevenção e, especialmente, para o tratamento:

  • evitar ficar muito tempo sem se alimentar (mais de 3 horas);
  • evitar fazer refeições menos volumosas;
  • comer devagar, com calma, em um lugar tranquilo, e mastigando bem os alimentos;
  • evitar alimentos gordurosos, muito quentes ou salgados, condimentados, apimentados, ácidos, bebidas alcoólicas, café, chá preto/mate e refrigerantes;
  • diminuir o consumo de frutas ácidas; e dar preferência a frutas, verduras e legumes (especialmente as cruas), carnes magras, leite e derivados semi ou desnatados, pães macios, e chás com propriedades calmantes, como o de camomila.

Sentiu dor de estômago? Faça da sua alimentação uma aliada e não uma inimiga!