O Halloween, comemorado no dia 31 de outubro, é uma das datas mais divertidas do ano. Muita gente acha que a sua origem é americana, mas na realidade tudo começou há mais de 2.000 anos como um ritual dos celtas. Para esse povo, a noite em que comemoramos o Halloween era o início do Samhain, uma celebração importante que marcava 3 fatos: o ano novo celta, o fim da colheita e o início do inverno, período relacionado aos mortos.

Os celtas acreditavam que no Halloween era possível entrar em contato com os espíritos e que fantasmas, fadas e demônios ficavam à solta nessa noite. Para representar esse cenário sobrenatural, eles usavam peles e cabeças de animais abatidos como fantasias. No século 9 o papa Gregório III tentou acabar com essa celebração consagrando o dia 1º de novembro como o dia de Todos os Santos. Daí surgiu o nome Halloween, palavra com origem em all hallows eve, traduzida como véspera do dia de Todos os Santos em português.

Com o passar do tempo, as tradições foram adaptadas. O símbolo mais conhecido, a abóbora, foi uma adaptação americana ao nabo, que representava uma lenda celta. A parte gostosa da comemoração, os doces, são a representação atual do antigo ritual de deixar leite e comida na porta de casa para acalmar os espíritos que ficavam soltos nessa noite. Daí surgiu a brincadeira “gostosuras ou travessuras”: quem não dá doces para as crianças fantasiadas que batem de porta em porta, ganha uma maldade inocente, como um susto. Falando nas fantasias, as tradicionais peles e cabeças de animais abatidos foram influenciadas pelas produções de Hollywood, e hoje são representadas por diversos personagens do cinema como vampiros e múmias.

No Brasil, tem quem participe da brincadeira. Os pequenos que entram no clima costumam se reunir para bater na porta dos vizinhos pedindo guloseimas. Já os adultos organizam divertidas festas à fantasia com direito a decoração temática e comidas típicas. Ainda não se programou para amanhã? Que tal chamar os amigos para comemorar o Halloween? Para ajudar, confira aqui dicas de comidinhas divertidas que farão o maior sucesso. 

Fonte: Revista mundo estranho.