O peso corporal é a soma do peso de todas as partes do corpo: músculos, ossos, órgãos, líquidos, pele e gordura, as quais tem funções essenciais para que o corpo se mantenha em funcionamento. Por isso, é importante se manter com a faixa de peso e de composição corporal adequados para a idade, sexo e altura. Muita gente acha que apenas o excesso de peso pode trazer consequências à saúde, porém o baixo peso também pode comprometer o funcionamento do corpo.

O baixo peso, geralmente, está associado ao consumo insuficiente de nutrientes e calorias, assim, pode levar ao cansaço, fraqueza muscular, mau humor e mal funcionamento do sistema de defesa e, em casos extremos, complicações no crescimento e desenvolvimento. Uma dieta equilibrada em quantidade e qualidade pode auxiliar no ganho de peso, através dos nutrientes que participam do crescimento dos tecidos, produção de energia e proteção do corpo. É essencial considerar a densidade nutricional dos alimentos, ou seja, optar por aqueles que fornecem maior concentração de nutrientes. Portanto, é preciso fazer as escolhas certas para que o ganho de peso aconteça de maneira saudável, aqui alguns pontos importantes que podem ser considerados.

A principal fonte de energia para o corpo se encontra nos cereais, tubérculos, raízes, pães e massas, que são fontes de carboidratos. Ainda, as opções integrais contribuem com mais fibras, vitaminas e minerais. Os alimentos que apresentam gorduras também devem ser incluídos no dia alimentar, já que são fontes de energia e auxiliam na absorção de algumas vitaminas – mas é importante dar preferência para as gorduras “boas” presentes em óleos vegetais, castanhas, sementes, abacate e peixes.

Para um ganho de peso saudável, também é necessário consumir proteínas por serem a base dos músculos, elas são encontradas em carnes, aves, peixes, ovos e lácteos. E também frutas, verduras e legumes, as quais são fontes de fibras, vitaminas e minerais. Opções saborosas que fornecem energia e nutrientes, por isso, podem ser incluídas no dia a dia são o mel, geleias de frutas, azeite de oliva, sementes, castanhas, cereais em flocos e queijos magros, como cottage.

Portanto, é essencial ter uma alimentação variada e composta por cereais integrais, frutas, verduras, legumes, castanhas, feijões, lácteos, carnes, aves, peixes e óleos vegetais. Cada pessoa tem necessidades individuais, por isso, é indispensável consultar um nutricionista ou médico para orientações mais específicas.

Aproveitando, que tal um sanduíche cheio de sabor e proteína no pão Grão Sabor Castanha do Pará e Quinoa?

Referências bibliográficas

  1. Food and Agriculture Organization. Healthy and balanced nutrition is important for everyone. Disponível em: http://www.fao.org/docrep/005/Y4168E/y4168e05.htm
  2. National Health Service. Malnutrition. United Kingdom Government.
    Vitolo MR. Nutrição da Gestação ao Envelhecimento. Ed Rubio, 2008.