Você provavelmente já ouviu falar sobre a importância das fibras em uma alimentação equilibrada. Além de contribuírem ao bom funcionamento do intestino, elas também trazem diversos benefícios para a saúde. Mas e as crianças? Será que elas precisam tanto desse elemento no cardápio quanto os adultos?

Quem nos ajudou a responder essa questão foi a pediatra Sandra Fernandes, do Hospital de Clínicas Padre Miguel. “As fibras auxiliam no bom funcionamento intestinal, além de ajudar no controle da obesidade, dos níveis de colesterol e na prevenção de problemas crônicos na vida adulta, como o diabetes e as doenças cardiovasculares”. Ou seja: são importantes na dieta dos pequenos, sim!

A especialista ajuda a entender as quantidades necessárias: Para crianças acima de dois anos, a recomendação é somar a idade com mais 5 g de fibras. Portanto, se seu filho tem 3 anos, o consumo diário deve ser de 8 g. “Após os 25 anos, o ideal passa a ser de 25 g a 35 g por dia”, completa.

Mas e quando as crianças não estão habituadas com o consumo das fibras? “Preparações como suflês, bolinhos e até tortas salgadas de legumes caem bem. É possível também oferecer frutas com casca, laranja com bagaço, sucos naturais, vegetais folhosos, milho, leguminosas, pipoca e cereais matinais”, lista Sandra.

A pediatra também aconselha alternar alimentos refinados com os integrais (arroz, pães, biscoitos e massas). Para facilitar, ela separou algumas sugestões de pratos:

Almoço e jantar:

Opção 1: Arroz com cenoura picada + Feijão com caroço + Jardineira de legumes

Opção 2: Arroz integral + Feijão com caroço + Purê de batata com brócolis salteados + Filé de peixe

Opção 3: Arroz de forno de couve flor + Feijão com caroço + Almôndegas feitas com miolo do pão integral e purê de batata

 

Lanches:

Opção 1: Vitamina de banana com maçã e aveia + Bisnaguinha integral com requeijão

Opção 2: Leite com cereais + Frutas picadas

Opção 3: Bolo de banana (com farinha trigo e aveia) + Suco laranja feito sem coar

Sandra deixa um alerta aos pais: “A referência das crianças são os adultos que fazem parte da rotina delas. É importante que todos da casa tenham hábitos saudáveis”.

Por Lucas Tavares