Olhe a foto abaixo e responda: Você já se encontrou em uma situação parecida? Em meio aos ingredientes, tentando repetir em casa uma receita que encontrou por aí. Tudo para quebrar a rotina e comer algo diferente e saudável! Se a identificação foi imediata, saiba que você não está sozinho. A cada dia, mais e mais pessoas tentam sair do básico na cozinha e aprender preparações que vão além do feijão com arroz.

A chef Patricia Abbondanza, do Dedo de Moça, é expert na arte de ensinar o ABC da cozinha. “O público é bem variado, assim como os objetivos. Muitos querem aprender a cozinhar para receber os amigos, outros se dedicam a preparar pratos para si mesmos”, conta.

Uma preocupação geral entre aqueles que decidem aprender mais sobre culinária é a busca por uma alimentação saudável. E o mais bacana, segundo Patricia, é que esse interesse é focado em fazer boas escolhas – independente de dietas para emagrecer. “O legal disso é que essa é uma filosofia que o aluno leva para a vida”.

Em cursos como esse, é possível tirar dúvidas simples, como quais utensílios comprar – e para quê eles servem. A lista do supermercado também é discutida, já que quem não tem o hábito de cozinhar costuma sofrer na hora das compras. Depois, a chef parte para as questões técnicas de culinária, como aprender a grelhar um bife ou fazer uma massa al dente (cozida de forma firme e sem estar macia demais). Essa conversa pode acontecer em domicílio ou em workshops coletivos.

Veja abaixo algumas opções de escolas de culinária que oferecem um curso básico para iniciantes no fogão:

 

Dedo de Moça

Local: São Paulo (SP)

Site:  www.dedodemoca.net

 

Escola Wilma Kovesi

Local: São Paulo (SP)

Site:  www.wkcozinha.com.br

 

Cozinha da Beth

Local: Rio de Janeiro (RJ)

Site: www.cozinhadabeth.com.br

 

Aprender a cozinhar está na moda! Que tal aproveitar esse momento, tirar todas as suas dúvidas e redescobrir seu fogão?

Por Marina Oliveira