Você certamente já escutou alguma vez o termo empoderamento feminino. Mas o que exatamente isto significa? O que ele tem a ver com o feminismo? Esclareça suas dúvidas, conheça os princípios da ONU relacionados ao tema e fique por dentro deste assunto lendo o texto abaixo.

Segundo o dicionário, empoderar significa “conceder ou conseguir poder; obter mais poder; tornar-se ainda mais poderoso.” O termo vem da palavra em inglês empowerment e foi traduzido pela primeira vez pelo educador, pedagogo e filósofo brasileiro, Paulo Freire. Para ele, o termo designa a “capacidade do indivíduo realizar, por si mesmo, as mudanças necessárias para evoluir e se fortalecer”. Interessante, não é mesmo?

Além da origem e do significado do termo, é importante entender algumas diferenças quando falamos de feminismo e de empoderamento feminino. O feminismo é um movimento que prega a ideologia de equidade social, política e econômica entre os gêneros. O termo empoderamento feminino, por sua vez, significa conceder o poder de participação social às mulheres, expressado através de ações que fortalecem o gênero feminino e promovem a equidade com os demais. Ele nada mais é do que uma tradução do feminismo em atitudes concretas.

Em 2010, a ONU Mulheres divulgou sete princípios básicos para ajudar a colocar o empoderamento feminino em prática dentro das empresas . Veja quais são:

  1. Estabelecer liderança corporativa sensível à igualdade de gênero, no mais alto nível.
  2. Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e a não-discriminação.
  3. Garantir a saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham na empresa.
  4. Promover educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres.​
  5. Apoiar empreendedorismo de mulheres e promover políticas de empoderamento das mulheres através das cadeias de suprimentos e marketing.​
  6. Promover a igualdade de gênero através de iniciativas voltadas à comunidade e ao ativismo social.
  7. Medir, documentar e publicar os progressos da empresa na promoção da igualdade de gênero.​

Agora que você aprendeu mais sobre este conceito, comece a aplicá-lo. Encoraje as mulheres que você conhece a se conscientizarem do seu espaço na sociedade!