Crédito da imagem:  NOCQUA ADVENTURE GEAR

Quando cai a noite na praia de Sambaqui, em Florianópolis (SC), as pessoas vão chegando com suas pranchas de Stand Up Paddle (“remar de pé”). A mania que tomou conta do verão ganhou uma nova versão, noturna, com pranchas iluminadas por LED – que criam um visual à parte, cheio de luzinhas que lembram vaga-lumes. Os passeios, muitos deles marcados pelas redes sociais, chegam a reunir centenas de pessoas que querem deixar os problemas no mar, antes de dormir.

Embora a prática de esportes na praia tenha a paisagem e a água como benefícios adicionais, os efeitos de malhar à noite são mais positivos do que se imagina. Antigamente, havia um mito de que de manhã cedo o corpo rendia mais e que, à noite, o cansaço seria maior. Mas, hoje, diversos estudos mostram que o horário da atividade física é relativo – e que, afinal, varia de acordo com o organismo e o estilo de vida de cada um. Há aqueles que têm mais pique de manhã, enquanto outros são “da noite”. “O corpo libera endorfina, então, a tendência é a pessoa chegar em casa agitada, cansada, mas basta tomar um banho, relaxar, que vai dormir como uma pedra”, diz o treinador Daniel Santiago, coordenador da academia Activa Pinheiros, em São Paulo.

Outro aspecto que conta, ao adotar esse horário, é a alimentação. “À noite, ocorre uma queda no metabolismo, que passa a funcionar mais lentamente”, lembra a nutricionista Melina Aniquini, também da academia Activa. O ideal, portanto, é que as refeições diurnas sejam mais calóricas, quando o corpo queima melhor os excessos, enquanto as noturnas devem ser leves. Antes do esporte, a nutricionista recomenda frutas, sucos de frutas, pães, biscoitos, bolo simples e barra de cereais. Depois, na hora do jantar, vale incluir os nutrientes essenciais: carboidratos, proteínas magras e fibras, para saciar a fome e recuperar a energia. Muitas vezes é difícil deitar após o treino e conseguir dormir, já que a adrenalina ainda está a mil. Antes de ir para a cama, a dica é beber um copo de leite morno ou um chá de camomila ou capim santo. “Isso vai proporcionar uma agradável sensação de leveza e conforto”, sublinha a nutricionista.

Nossa dica para depois do exercício, é um sanduíche de peito de peru e queijo minas, com o pão Estar Leve Iogurte com Cenoura, que tem baixa caloria e é rico em fibras.