Entre os chamados grãos ancestrais, o Freekeh, novidade ainda no Brasil, destaca-se por ser o grão do trigo colhido ainda verde, o que contribui para o seu excelente valor nutricional, além de chamar atenção por seu sabor e textura. A análise científica e ensaios clínicos atuais descobriram o que os povos antigos já sabiam: o trigo, quando colhido bem jovem, retém maior teor de proteínas, fibras, vitaminas – com destaque para as do complexo B – e minerais, como potássio, magnésio e zinco.

Segundo a nutricionista Mirella Pasqualin, da RG Nutri, o Freekeh, também conhecido como trigo verde, ainda se destaca pela presença de luteína e zeaxantina em sua composição, antioxidantes presentes principalmente na retina, que auxiliam na prevenção da degeneração da estrutura dos olhos.

Direto da culinária árabe para os pratos dos brasileiros, o supergrão veio para ficar, pois a lista de benefícios não para por aí. “O alto teor de fibras do Freekeh contribui para um bom funcionamento intestinal e, consequentemente, reduz o risco de o indivíduo desenvolver doenças do intestino, como câncer de cólon”, afirma Mirella. A nutricionista conta que, mais ainda, as fibras podem contribuir para a proliferação das boas bactérias, que ajudam a imunidade e protegem o organismo contra diversas doenças.

Quer ainda mais motivos para consumir o supergrão? Além de aumentar a sensação de saciedade e, assim, contribuir para a perda de peso, o Freekeh também possui baixo índice glicêmico. Isso significa que a entrada de glicose no sangue acontece mais lentamente, evitando a produção de insulina e, como consequência, a produção de gordura. Em resumo, o grão previne doenças como a diabetes, e ajuda a regular a absorção de açúcar e gordura pelo corpo.

O Freekeh é excelente para dar um up na sua qualidade de vida. Aproveite que ele chegou para ficar e o inclua na sua rotina diária.