Com o passar do tempo, as necessidades nutricionais do organismo sofrem alterações. A alimentação para a terceira idade, por exemplo, exige mais cuidados já que, nessa época da vida, o corpo passa a ter maior dificuldade na absorção de nutrientes importantes.

Quando o corpo não recebe energia, proteínas e outros nutrientes em quantidades suficientes pode tornar-se desnutrido, aumentando o risco de infecções, fraqueza e fadiga, diminuição da resistência óssea, cicatrização mais lenta e mesmo funcionamento deficiente do coração, pulmões e sistema gastrointestinal.

As fibras são importantíssimas na alimentação para idosos em razão do controle da glicose, da redução do colesterol e, até mesmo, da prevenção do câncer de cólon.

Uma boa dica é inserir alimentos com grãos integrais que são ricos em fibras. Conheça alguns grãos e seus benefícios:

Freekeh: bastante utilizado na culinária árabe, é um trigo verde torrado rico em nutrientes como antioxidantes, proteína, carboidrato, possui baixo teor de gordura; contém minerais como cálcio, ferro, cobre, potássio, magnésio, sódio e zinco e vitaminas como vitamina C, B1, B2, A e E.

Teff: é um pequeno grãos originário da Etiópia com elevado teor de proteína contendo todos os aminoácidos essenciais, especialmente Lisina. Contém também elevados níveis de minerais como cálcio, ferro, cobre e fósforo. Considerado um super grão devido ao seu alto valor nutricional.

Grãos germinados: Podem ser germinados cereais integrais, como trigo, centeio, aveia e cevada; leguminosas, como soja, lentilha, tremoço, feijão mungo, alfafa e ervilha. Esse processo faz com que aumente o valor nutricional e a digestibilidade dos grãos.

A Wickbold possui uma linha de pães no qual esses grãos fazem parte, agregando sabor e nutrientes para consumidores que buscam mais saúde e equilíbrio em sua alimentação.

Referências Bibliográficas

BRASIL. Ministério da Saúde. Alimentação saudável para a pessoa idosa: Um manual para profissionais de saúde. Edição especial Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

 

BRASIL. Ministério da Saúde. Alimentos à Base de Cereais Integrais. Brasília. 2018. Disponível em:

https://pesquisa.anvisa.gov.br/upload/surveys/242871/files/Documento%20de%20Base.PDF Acesso em 2019.