A prática de pelo menos um exercício físico, aliada a uma alimentação balanceada, é um hábito que todos nós, desde a infância, devemos adquirir. Mas por que, afinal de contas, é tão importante assim praticar algum esporte?

A resposta é: quem pratica esporte ou se exercita vive mais e melhor. “A prática esportiva traz longevidade e melhora a qualidade de vida. São diversos os benefícios físicos e mentais: nosso ânimo melhora, temos mais disposição, há liberação de hormônios importantes para o organismo, e ajuda na parte estética, ou seja, troca a gordura por massa magra”, explica Nathali Oliani, nutróloga e médica do esporte. O resultado é uma pessoa mais saudável e mais feliz.

A importância do esporte na infância

No caso das crianças, a vivência esportiva contribui para questões sociais, físicas e emocionais. O esporte possibilita que as crianças experimentem trabalho em equipe, exercitem a disciplina e o senso de responsabilidade, tenham controle emocional, sejam mais sociáveis e criativos – tudo isso sem falar na alegria e energia que o próprio exercício gera dentro dos pequeninos. Incentive seu filho, seu sobrinho ou qualquer criança do seu entorno a praticar esportes. Hábitos saudáveis se adquirem desde a infância!

Todo esporte é bom?

Nathali conta que o esporte oferece praticamente apenas benefícios, não importa qual seja seu objetivo final. A médica lembra, no entanto, que cada indivíduo deve ter um plano esportivo específico, já que as necessidades variam de pessoa para pessoa. Resumindo, não existe exercício bom e exercício ruim mas, sim, exercício adequado para cada pessoa. “Se um paciente obeso e diabético me procurar, não posso falar para ele correr, pois se ele fizer isso irá se machucar. Ele precisa perder peso primeiro, então vou recomendar a natação, a bicicleta ergométrica… Só quando ele emagrecer pode fazer corrida ou alguma atividade mais intensa”, esclarece a médica.

Outro exemplo: com a idade vamos perdendo massa magra, então, no caso dos idosos, é importante que seja recomendada a musculação. Quem tem dificuldade em ganhar peso, por exemplo, deve evitar esportes que gerem um alto gasto calórico.

Sedentários no Brasil

Infelizmente, o número de sedentários no Brasil ainda é alto e cresce ano após ano. Em 2015 uma pesquisa do Ministério do Esporte revelou que o sedentarismo atinge quase metade da população brasileira. Foram quase 46% de brasileiros que não praticaram nenhum esporte ou atividade física em 2013 e, deste número, mais da metade são mulheres, ou seja, os homens ainda se exercitam um pouco mais.

Hoje em dia gastamos bem menos calorias do que 100 anos atrás – e há diversos fatores que contribuem para isso, desde o controle remoto, que nos deixa mais acomodados, até a facilidade em se andar de carro, onde passamos sentados bons minutos do nosso dia. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia e a Sociedade Brasileira de Endocrinologia, para sair do sedentarismo, precisamos nos exercitar pelo menos 30 minutos por dia nos 7 dias da semana.

Pode parecer muito, mas é importante lembrar que a prática esportiva é fundamental para quem quer viver bem, feliz e cheio de disposição. Não precisa ir até a academia ou gastar dinheiro com roupa para treinar: escolha uma atividade que combine com você, que te dê prazer, como dançar, andar de bicicleta ou caminhar com seu cachorro. Aposte na frequência e você vai ver que podemos ter uma vida melhor de forma simples.

Viva o esporte!