Está difícil deixar a sobremesa de lado? E suportar aquela fome que insiste em aparecer entre uma refeição e outra? Nos dois casos, uma boa saída é apostar no poder das frutas! Além de docinhas, elas fornecem vitaminas, minerais (como potássio, zinco, cálcio e magnésio) e fibras. E também são antioxidantes, ou seja, protegem o corpo de doenças. Precisa de mais?

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o ideal é consumir de três a cinco porções de frutas por dia. “Escolha diferentes tipos, para garantir uma variedade maior de nutrientes”, indica a nutricionista Ana Paula Avelino, da Nutrit.

A especialista alerta que é preciso atenção na hora de escolher a fruta da sobremesa. Ela lista alguns exemplos:

As frutas menos calóricas: acerola, carambola, mamão, morango, melão e melancia

Opções intermediárias: abacaxi, ameixa, caju, figo, graviola, jabuticaba, kiwi, laranja, maçã, manga, pera, pêssego e tangerina

Mais calóricas: abacate, açaí, banana, caqui, cereja, coco, goiaba, maracujá e uva

Quantidades ideais para consumo – A nutricionista explica que mesmo as opções mais calóricas não devem ser deixadas de lado. “O importante é controlar a quantidade. No geral, as frutas maiores devem ser consumidas com mais atenção”. No caso do abacaxi, coma apenas uma fatia. Quando escolher a melancia, consuma apenas uma xícara de cubos. Opte por metade ou um terço de uma manga, e um cacho pequeno de uvas.

Em porções moderadas, as frutas podem ser grandes aliadas em uma alimentação saudável! Qual é a sua favorita?

Por Marina Oliveira