A nutrição tem sido estudada desde 400 a.C. e concluiu-se que o estado nutricional do indivíduo é o resultado da interação de vários fatores como genética, estado físico, emocional e social.

Recentemente, uma nova área da nutrição surgiu. A chamada nutrigenômica estuda o efeito de cada nutriente, ou composto, presente nos alimentos nos genes de cada pessoa, podendo aumentar ou diminuir a atividade de partes do código genético, afetando positiva ou negativamente a saúde de cada um.

Outra área que está sendo estudada de alguns anos para cá é a nutrigenética. Ela busca compreender como genes específicos de cada pessoa podem afetar a resposta aos alimentos e nutrientes — ou seja, de acordo com o DNA de cada um, pode existir uma influência positiva ou negativa na saúde com o consumo do mesmo alimento.

As duas áreas têm descobertas constantes sobre a relação da composição dos alimentos com o corpo humano. Atualmente, já são realizados esses tipos de análise (exame feito através da coleta de saliva) de alguns genes que podem influenciar nas questões mencionadas anteriormente e, assim, provavelmente em um futuro próximo podemos ter novas ferramentas para auxiliar médicos e nutricionistas a contribuir na saúde e bem-estar dos pacientes.

Falando nos nutricionistas, confira dicas deles para uma alimentação saudável.

Fontes: I. Sales NM, Pelegrini PB, Goersch MC. Nutrigenomics: Definitions and Advances of this New Science. J Nutr Metab. 2014; 2014:202759; II. Denny M, Bay J, Ferguson L. Nutrigenomics: Food to Match Your Genes. The University of Auckland. Disponível em: https://cdn.auckland.ac.nz/assets/lenscience/webcontent/pdf/Nutrigenomics_food_to_match_your_genes.pdf Acesso em: 20/10/2015; III. Associação Brasileira de Nutrologia. A Nutrigenômica, a Nutrigenética e a Epigenética como meios para alcançar o potencial da nutrição, manter a saúde e prevenir doenças. ABRAN, 2013. Disponível em: http://abran.org.br/para-publico/a-nutrigenomica-a-nutrigenetica-e-a-epigenetica-como-meios-para-alcancar-o-potencial-da-nutricao-manter-a-saude-e-prevenir-doencas/ Acesso em: 20/10/2015; IV. Institute of Medicine. Dietary Reference Intakes (DRIs): Estimated Average Requirements, Washington, DC: The National Academies Press; V. Simon Viviane Gabriela Nascimento, Souza José Maria Pacheco de, Souza Sonia Buongermino de. Aleitamento materno, alimentação complementar, sobrepeso e obesidade em pré-escolares. Rev. Saúde Pública [Internet]. 2009 Feb [cited 2015 Oct 21] ; 43(1): 60-69.