Se você mudou seus hábitos e agora escolhe opções mais saudáveis nas refeições, provavelmente já ouviu falar dos alimentos antioxidantes. Esses ingredientes possuem o poder de combater os radicais livres e proteger o corpo de doenças. Quer saber mais sobre eles?

Os radicais livres são substâncias formadas naturalmente pelo corpo. Eles são necessários em algumas funções, como na geração de energia, na fertilização do óvulo e em mecanismos de defesa contra infecções. O grande problema é que eles podem desestabilizar as células saudáveis e trazer complicações, como a perda de funções e a criação de mutações no DNA.

A boa notícia é que o corpo possui mecanismos, também naturais, de proteção contra os radicais livres. E eles são os famosos antioxidantes.

Por que os alimentos antioxidantes são importantes?

Estamos expostos a uma série de situações que estimulam a formação dos radicais livres, como a radiação (proporcionada, entre outros, pelo sol sem a devida proteção), a poluição, e o consumo de álcool e cigarro.

Por conta disso, é cada vez mais importante melhorar as defesas antioxidantes do corpo. Além das substâncias protetoras que produzimos, existem também aquelas que podem ser absorvidas por meio da alimentação.

 

Ingredientes para você escolher

Entre as principais opções antioxidantes, destacam-se as vitaminas A (que você encontra na cenoura e na batata, por exemplo), C (acerola, morango e goiaba) e E (óleos vegetais e amêndoas). Já os minerais cobre (sementes e castanhas), zinco (carnes vermelhas), manganês (cereais como a cevada, o trigo e o centeio) e selênio (castanha-do-pará) também são excelentes fontes.

Ingredientes ativos como o licopeno (encontrado no tomate e na melancia) e o resveratrol (uvas e vinhos) também são poderosos antioxidantes.

Pela lista acima é possível perceber que essas substâncias estão bem distribuídas entre os alimentos! Por isso, um cardápio variado, colorido e equilibrado é capaz de fortalecer a proteção do seu corpo contra os radicais livres.