Quando o assunto é a alimentação das crianças, sabemos que a maioria delas é fanática por doces. Mas, como contamos aqui, uma dieta equilibrada é essencial para que os pequenos cresçam fortes e saudáveis. Então fica a dúvida para os pais: Quais são os limites para o consumo de açúcares pelos filhos?

Quem nos ajudou a desvendar esse mistério foi a nutricionista Marisa Graça, dos hospitais Bandeirantes e Leforte. Segundo ela, o passo mais importante é escolher qual tipo de doce deve fazer parte das refeições dos pequenos. E, como os pais já devem imaginar, as guloseimas a base de frutas ou compotas são as mais indicadas.

Já os itens industrializados – como balas, refrigerantes e bolachas recheadas – devem ser consumidos com mais cuidado. “Os chocolates, por exemplo, podem ser oferecidos em ocasiões especiais. Isso porque, se fizerem parte da dieta da criança com frequência, podem limitar o apetite ou até mesmo diminuir o interesse por ingredientes mais saudáveis”, completa a especialista.

“As sobremesas calóricas e gordurosas são prejudiciais para uma criança em fase de crescimento. Por isso os pais devem evitar itens como biscoitos recheados, sorvetes, salgadinhos e sucos de caixinha.”

E como levar tudo isso para a prática? Aqui no Sabor em Movimento nós já mostramos opções de sobremesas que podem ser saudáveis, deliciosas, com baixas calorias e cheias de atrativos para as crianças! As paçocas divertidas, a bisnaguinha integral com banana e morango e a cesta de chocolate com pão integral e frutas são excelentes exemplos.

O que acha de prepará-las para os seus filhos, fugindo assim dos doces calóricos e cheios de gorduras?

Por Marina Oliveira