Decidir mudar de vida e começar uma reeducação alimentar parece uma tarefa fácil. Porém, alguns obstáculos podem aparecer no caminho – como a dificuldade de organizar o cardápio diário e a falta de incentivo dos amigos e da família. Mas como se livrar desses problemas e alcançar o tão sonhado objetivo? Conversamos com a nutricionista Maria Vitoria Curban Falcão para encontrar a solução.

“Um dos maiores obstáculos que vemos no dia a dia são terceiros que tentam sabotar dietas ou não as apoiam, oferecendo alimentos calóricos, criticando ou fazendo comentários maldosos. Isso acaba desanimando e fazendo com que a pessoa se questione ou até mesmo desista.”

Nessas horas, ela indica que o melhor é controlar a vontade de comer o que foi oferecido e focar no equilíbrio. Se alguém te der um chocolate, lembre-se que, mais tarde, no seu cardápio, você vai comer outra sobremesa (que pode até ser mais saborosa, como os exemplos que temos aqui).

Fazer refeições fora de casa também pode prejudicar o andamento da dieta. “É importante não ir com muita fome a um restaurante, pois assim acabamos comendo mais do que devíamos”, indica a nutricionista. Opte por preparações mais simples, como saladas, legumes cozidos, grelhados e assados. E evite os pratos que levam molhos, os gordurosos e as frituras.

“Uma reeducação alimentar nem sempre é um processo fácil e muitos obstáculos irão surgir. Mas é preciso ter consciência da importância dessa mudança e levar em conta o que realmente queremos”, completa a especialista.

E nós concordamos! Deixe as tentações e a vontade de desistir de lado. Os benefícios para a sua saúde vão fazer essa mudança de hábito valer muito a pena.

Por Marina Oliveira