Alimentação saudável, exercícios físicos regulares e uma boa noite de sono, parecem ser fundamentais para a manutenção da saúde. Mas será que esses três fatores podem também ajudar no processo de emagrecimento? A ciência diz que sim!

Muitos estudos já mostraram que para perder peso, de forma sustentável e ainda mantê-lo, dietas restritivas com muito baixa caloria ou ainda retirando certos grupos alimentares, não são as mais adequadas. Ter um padrão alimentar saudável, com o consumo de alimentos de alta densidade nutricional (alimentos com variedade e quantidade relevantes de nutrientes – vitaminas, minerais e fibras, entre outros) como frutas, legumes e verduras, cereais e grãos integrais, castanha, sementes, azeites (gorduras boas mono e poli-insaturada) e peixes, parecem contribuir para um emagrecimento mais saudável e sustentável.

Somado à reeducação alimentar, a prática regular de exercícios físicos e ter prazer em fazê-lo, também contribuem para a perda de peso e mudança de composição corporal, ou seja, perder gordura e ganhar massa muscular. Além disso, o exercício pode trazer uma série de outros benefícios, como a melhora da saúde do coração, diminuição da pressão arterial, melhora dos níveis de açúcar no sangue entre outros.

Os estudos mais recentes sobre perda de peso mostram que para um emagrecimento mais efetivo, juntamente com a dieta e exercício, é preciso dormir bem! Tanto a quantidade de horas dormidas, como a qualidade do sono são fatores que podem influenciar no controle do peso corporal. Isso porque a falta de sono pode ocasionar um desequilíbrio em dois hormônios relacionados com a fome e à saciedade, chamados de grelina e leptina, respectivamente. Uma noite mal dormida pode aumentar a sensação de fome durante o dia, levando a um maior consumo de alimentos. E ainda, alguns estudos sugerem que, quando somos expostos à comida em um estado de privação do sono, há uma maior chance de escolhermos alimentos com maior teor de açúcar e gordura, ao invés de opções mais nutritivas.

Uma dieta inadequada, o sedentarismo e noites mal dormidas durante um longo período de tempo, podem estar associados com uma dificuldade na perda de peso, além de contribuírem negativamente para a saúde de modo geral. Portanto, para um emagrecimento saudável e mantido a longo prazo, adotar um estilo de vida saudável parece ser interessante e eficaz.