Fim de ano chegando, com ele as comemorações, decorações, festas, reuniões em família e é claro: uma boa ceia! Mas toda essa comida não precisa ser sinônimo de algo que não é saudável, muito pelo contrário, é possível aproveitar a ceia optando por opções e combinações nutritivas e saborosas! Para te ajudar nessa tarefa, confira algumas opções para a ceia: 

ENTRADAS

Pães e pastas: para a entrada, pães integrais, com castanhas e sementes são uma ótima opção, pois, possuem mais fibras, proporcionando uma sensação de saciedade mais prolongada. Para acompanhar, algumas opções leves e saborosas são: caponata de berinjela ou abobrinha, queijos menos gordurosos, como ricota com tempero de ervas, ou ainda pastas de leguminosas, como, por exemplo: homus. 

Oleaginosas e frutas secas: são uma opção de entrada prática e que não requer uma preparação. Algumas opções são: pistache, nozes, castanha-de-caju, castanha-do-pará, damasco, figo e tâmara. 

ACOMPANHAMENTOS:

Saladas: as saladas para acompanhar a refeição, auxiliam na sensação de saciedade. O ideal é que ela seja bem convidativa, para isso, deve ser bem colorida, com diferentes tipos de folhas, legumes e até mesmo frutas! Para complementar acrescente sementes e castanhas. 

Arroz: é um dos principais acompanhamentos na hora da ceia, para que fique ainda mais atrativo e colorido é possível adicionar castanhas, vegetais ralados ou picados, sementes e temperos variados.

Batata: é um alimento, fonte de carboidratos, que também pode estar inserido nessa refeição, optando pelas versões assadas ou cozidas e com temperos naturais.

Farofa: esse é um acompanhamento que não pode faltar na ceia! Pode ser preparado de diversas maneiras, dependendo da combinação com o prato principal. Para que se torne nutricionalmente melhor, prefira utilizar temperos naturais na farofa, como: alho, salsinha, cebolinha, cebola e pimenta. Também é possível adicionar diversos tipos de folhas refogadas, legumes e até mesmo frutas, como a banana.

PRATOS PRINCIPAIS:

Para os pratos principais, existem opções de carne de aves, porco ou peixes. No caso das aves, o peru é uma opção de carne mais magra, quando comparada ao chester ou ao tender. Para o porco, o lombo é a opção de carne mais magra.  No caso dos peixes, todos são ótimas opções, quando comparado as carnes vermelhas, além disso, são ricos em gorduras boas como o Ômega 3. Independente da opção de carne escolhida para o prato principal, o ideal é optar por temperá-la em casa, com temperos naturais.

Para finalizar, é só escolher a sobremesa favorita, comer com moderação e aproveitar a companhia dos amigos e família!

Referências: 

  1. BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia alimentar para a população brasileira. Ministério da Saúde, 2014.
  2. Philippi ST. Tabela de composição de alimentos: suporte para decisão nutricional. 2a. ed. São Paulo: Coronário; 2002.
  3. Rita Lobo. Receitas de Natal. 2018. Disponível em:< https://www.panelinha.com.br/home/Natal-2018>. Acesso em: 27, nov 2020.