Alguma vez você já pensou em doar comida, mas desistiu porque não sabia para quem doar, aonde ir, ou até mesmo porque bateu aquela preguicinha de sair de casa? Pensando em resolver essa questão e ajudar quem precisa, quatro jovens criativos – Ale Koston, Bruno Brux, Natasha Maasri e Emilio Valverde – criaram o Reverse Delivery.

“Unimos a fome com a vontade de doar. Ao invés de você ter que ir até o ponto de doação, a coleta da comida vem até sua casa”, explicam Bruno Brux e Ale Koston. Funciona assim: você pede comida em um delivery cadastrado no projeto e, quando recebe seu prato, pode entregar um alimento para o mesmo portador. Este alimento é encaminhado para uma das ONGs cadastradas no projeto. Qual ONG recebe? Depende da região onde está localizado o restaurante. O pessoal que trabalha nas ONGs passam nos restaurantes e buscam o que foi doado.

Até agora, mais de 400 kg de alimentos já foram recolhidos pelas ONGs cadastradas. Por enquanto o projeto só é realizado na cidade de São Paulo, onde conta com 30 restaurantes cadastrados e alimentos chegando para doação diariamente, mas em dezembro de 2016 o Reverse Delivery será lançado junto de um dos maiores restaurantes de delivery da Espanha. A Espanha foi o país escolhido porque uma enorme rede de entregas com filiais por toda Europa quer testar essa mecânica por lá. “Eles têm uma média de 10 mil entregas por dia só na Espanha, o que vai ajudar milhares de pessoas”, conta Ale Koston.  No próximo ano, os jovens pretendem continuar o projeto no Brasil e ampliar a plataforma na Europa.

Para conhecer melhor o projeto, sugeri-lo para um restaurante da sua região e — o mais importante! — fazer sua doação através dessa iniciativa pra lá de bacana, acesse o site: http://www.reversedelivery.com.br/