Se você gosta de buscar novidades para inovar na alimentação saudável, é bem provável que já tenha ouvido falar do suco verde. Por conta das propriedades que trazem benefícios à saúde, essa bebida se tornou muito conhecida no Brasil, em diferentes receitas. Mas será que todas as vantagens que lemos por aí sobre ele são verdade?

No geral todas as receitas de suco verde apresentam em comum a presença de duas frutas (laranja, abacaxi, limão, melão, maçã, maracujá, pera), um legume (pepino, cenoura, aipo, erva-doce), uma verdura (couve, espinafre, rúcula, salsinha, hortelã), água ou água de coco e, dependendo da preferência, uma especiaria (uma pitada de canela, raspas de gengibre).

Estas combinações de ingredientes realmente podem ser positivas à saúde. Mas é preciso estar atento com certas informações. Separamos algumas para que você possa conhecer os mitos e verdades do suco verde:

Se tomar suco verde todos os dias, não preciso mais ingerir frutas e verduras frescas.

Mito. É possível apenas otimizar o consumo desses alimentos, mas a bebida não substitui a necessidade deles ao longo do dia. Além disso, para que seja possível “descontar” a presença destes ingredientes em outros pratos é preciso estar atento as quantidades. Caso a bebida seja preparada com uma porção inteira de fruta (como 1 maçã, 1 pera ou 1 fatia grossa de abacaxi), uma porção de verdura (5 colheres de sopa de salsão, 15 ramos de rúcula ou 2 folhas de couve) e/ou uma porção de legumes (1 colher de servir de cenoura ou 4 colheres de sopa de pepino) e consumida toda pela mesma pessoa é possível entrar nesta conta.

O suco verde tem ação antioxidante.

Verdade. As frutas e vegetais que estão presentes na maioria das receitas da bebida são importantes fontes de vitamina C e antioxidantes naturais. Como nós já contamos aqui, alimentos com função antioxidante são capazes de proteger o corpo de doenças e também contra o envelhecimento precoce.

Se tomar sempre o suco verde, posso ajudar a regular o funcionamento do meu intestino.

Verdade. A combinação de frutas, vegetais crus e água (ou água de coco) é ideal para estimular o bom funcionamento do intestino, já que oferece fibras e líquidos em quantidades importantes.

É possível substituir uma ou mais refeições pelo suco verde.

Depende da composição do suco e da refeição em questão. O suco verde pode fazer parte dos lanches da manhã, tarde ou noite, já que essas são refeições de menor volume e valor calórico. Porém, em relação ao café da manhã, almoço e jantar, ficam faltando nutrientes de grande importância como os carboidratos, as proteínas, e até mesmo as gorduras. Nesses casos, ele pode ser complementar, mas não substituto.

Com as dicas acima, fica mais fácil incluir o suco verde na alimentação sem exageros ou riscos. E você, já experimentou esta bebida? Conte sua experiência para a gente nos comentários!