Se existem duas coisas que as mulheres podem citar como “dispensáveis” são a celulite e a gordura localizada. Você sabe o que são elas e de que forma se desenvolvem no nosso corpo? Para explicar melhor o assunto e os tratamentos recomendados, conversamos com a fisioterapeuta Adriana Rosinholi. Confira abaixo os melhores momentos da conversa:

Celulite

O nome científico da celulite é hidrolipodistrofia ginoide (hidro = líquido; lipodistrofia = alteração da gordura; ginoide = mulher). O problema consiste em um acúmulo de líquido no tecido, sem origem inflamatória, aumento do volume das células de gordura, causando alterações da microcirculação do tecido (oxigênio e nutrientes chegam com mais dificuldade), podendo produzir uma reação fibrótica consecutiva. Essas alterações produzem o aspecto “casca de laranja” da pele.

Vários fatores contribuem para o acúmulo de líquido no tecido (inchaço) e acúmulo de gordura – que favorecem o seu aparecimento – como: alteração hormonal (hiperestrogenismo), consumo excessivo de sal (sódio) e açúcar (encontramos esses dois nutrientes em refrigerantes), sobrepeso, flacidez muscular e sedentarismo. Existem também os fatores genético e étnico.

A drenagem linfática é um excelente tratamento para diminuir a celulite, pois ela ajuda a eliminar o excesso de líquido acumulado (diminuindo o inchaço). Os resultados aparecem assim que esse inchaço diminui, o que depende da resposta do organismo de cada indivíduo, mas em média após 10 sessões já conseguimos ver diferença, desde que o tratamento seja feito com frequência e que o indivíduo tenha hábitos saudáveis. A massagem modeladora também é capaz de melhorar o aspecto da celulite, pois aumenta a circulação local, melhora o aporte sanguíneo, a oxigenação e nutrição do tecido. Além disso, aparelhos como o ultrassom, endermoterapia e radiofrequência também contribuem para a melhora do aspecto da celulite, pois aumentam a circulação local, diminuem o volume das células de gordura, estimulam a produção de colágeno, dando mais firmeza a pele, melhorando o aspecto da celulite.

Gordura localizada

A gordura se acumula em nosso corpo como reserva de energia. Ao ingerir um alimento, é como se estivéssemos fornecendo energia para o nosso corpo para seu funcionamento básico (atividade muscular, funções cerebrais, respiração, digestão etc.). Quando consumimos mais calorias (energia) do que o nosso corpo precisa, ele irá estocar esse excesso de calorias em forma de lipídeos (gordura), assim as células que guardam a gordura irão aumentando seu volume, conforme o necessário para armazenar esse excesso de energia.

Geralmente o sexo feminino acumula gordura no quadril e pernas. O fator genético (hereditário) é o principal determinante da forma do corpo de cada indivíduo, porém, a postura é um fator individual. Por exemplo, pessoas com escoliose, podem acumular mais gordura de um lado do corpo (costas e flancos) que outro, pessoas com alteração na lordose podem acumular mais gordura em região abdominal ou quadril. Por isso, é muito importante a avaliação postural para traçar o tratamento para gordura localizada.

A massagem modeladora contribui para melhorar as curvas do corpo, mas não para eliminar a gordura localizada. Para isso, são indicados aparelhos como o ultrassom de alta potência e a radiofrequência. A radiofrequência promove um estímulo de quebra da gordura (lipolítico) que se soma ao efeito do ultrassom, aumentando o metabolismo das células de gordura (adipócitos), desencadeando uma série de reações químicas que quebram a molécula de gordura dentro da célula, o que promove a diminuição do volume dos adipócitos (célula que acumula gordura), e consequentemente, a diminuição de medidas. A criolipólise também é um método seguro e eficaz para diminuir a gordura localizada. As nossas células de gordura são extremamente sensíveis ao frio, assim, em baixa temperatura é possível destruir as células de gordura (adipócitos) seletivamente, deixando íntegro todos os tecidos adjacentes como a pele. Com apenas uma sessão é possível diminuir de 20% a 30% da gordura localizada, sendo que o resultado final é observado após 3 meses da aplicação.

Os tratamentos manuais e com aparelhos se complementam. Porém, não se deve dar estímulo em excesso, pois o corpo pode responder de forma inadequada, e ao invés de melhorar a celulite ou diminuir a gordura localizada, podemos piorar o quadro. Por isso, é necessário fazer uma avaliação adequada com um profissional capacitado para traçar o tratamento, assim como a sua evolução.

Os Spas são locais que, além de propício ao relaxamento, oferecem uma série de tratamentos estéticos. Confira algumas opções.

Fonte: Adriana Ribeiro Rosinholi, fisioterapeuta. CREFITO-3 148622-F.