O corpo humano tem alguns órgãos responsáveis por deixar o nosso corpo “limpo”, ou seja, livre de toxinas: o fígado, a pele, os pulmões, os rins e o sistema digestivo. Os dois últimos funcionam como peneiras, ou seja, absorvem os nutrientes que o corpo precisa e estimulam a eliminação de substâncias desnecessárias para o organismo.

Estudos verificaram que alguns compostos presentes em alimentos têm seu consumo associado com menores níveis de toxinas no corpo, como coentro, uvas, frutas cítricas, maçã, mirtilo e algas verdes. No entanto, para manter o corpo funcionando adequadamente, é importante manter uma alimentação adequada para a fase da vida e o estado nutricional em que se encontra.

  1. Nutrientes importantes: com foco na faxina do nosso corpo, alguns nutrientes se destacam pela ação positiva no funcionamento desses órgãos de limpeza. As fibras, presentes em frutas, verduras, legumes e cereais integrais são fundamentais no funcionamento do intestino e melhoram a absorção de nutrientes essenciais. É preciso incluir alimentos fontes de potássio no dia a dia como frutas, verduras, peixes, lácteos, castanhas e sementes, afinal, esse mineral é essencial no equilíbrio dos líquidos do corpo.
  2. Hidratação: é essencial se manter hidratado para que o sistema renal se mantenha em funcionamento. A hidratação deve ser a base de água pura ou aromatizada, sendo complementada com outros líquidos como sopas, leite, água de coco, chás e sucos sem adição de açúcar. Um adulto deve consumir, em média, 2 litros de água por dia.
  3. Variedade: cada alimento tem seu destaque nutricional, portanto é preciso consumir alimentos variados que forneçam todos os nutrientes necessários para o corpo funcionar de forma adequada: cereais integrais, frutas, verduras, legumes, feijões, carnes, aves, peixes, lácteos, ovos, óleos vegetais, castanhas. Uma restrição alimentar rígida e sem orientação pode ser prejudicial para o funcionamento do corpo e da mente, por diminuir o consumo de nutrientes e também o prazer que a alimentação oferece.

    Veja a seguir alguns exemplos de como incluir estes nutrientes no seu dia a dia e ajudar o seu corpo a “limpar”:

    Referências bibliográficas:

    1. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica.  Guia alimentar para a população brasileira / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção. 2014.