O trigo é um dos cereais com maior relevância cultural e alimentar de todo o mundo, já que está inserido na alimentação desde 9.500 a.C. É um ingrediente básico de vários alimentos, como pães, massas e bebidas. Por esse motivo, é de grande importância socioeconômica, inclusive no Brasil, que é hoje um dos maiores produtores desse alimento.  

O trigo também é um alimento nutricionalmente importante, apresenta alta densidade nutricional, e é composto por três partes: farelo, parte externa do grão, possui antioxidantes, vitaminas do complexo B e fibras, que auxiliam no funcionamento adequado do intestino, controle de glicemia, colesterol e no aumento da saciedade. Já o endosperma, parte interna de maior proporção, é fonte de carboidratos, auxiliando no fornecimento de energia para todo o corpo. O gérmen, embrião contido dentro do grão, possui vitaminas do complexo B, proteínas e gorduras boas.

Existem diferentes espécies de grãos de trigo no mundo. Esses variados tipos de grãos podem ter diferentes impactos nutricionais, confira a seguir: 

TRIGO COMUM: O trigo mais comum, Triticum aestivum, é o mais cultivado no mundo, também conhecido como trigo para pão. Ele geralmente possui altos teores de glúten e proteína, sendo que o endosperma pode ter textura dura ou mole. 

TRIGO-SARRACENO: o maior destaque dessa espécie é naturalmente não possuir glúten, sendo uma opção para indivíduos com doença celíaca ou para aqueles que não desejam consumir esse tipo de proteína. Além disso, o trigo-sarraceno (Fagopyrum esculentum) possui um teor geral de proteínas maior que trigo comum, milho e arroz. 

FREEKEH: é um tipo de trigo verde tostado. Segundo relatos da história, foi descoberto involuntariamente, quando uma aldeia antiga no Oriente Médio teve seus campos de trigo incendiados, tentaram salvar a colheita esfregando as espigas queimadas, descobrindo o Freekeh, que significa “esfregar”. Nutricionalmente, esse grão é rico em fibras, carotenoides e tem como maior diferencial possuir um baixo índice glicêmico. 

DURUM: essa espécie de grão (Triticum turgidum) possui como maior diferencial as características organolépticas: cor amarela intensa, sabor agradável e excelentes qualidades de cozimento, sendo normalmente utilizado no preparo de massas frescas. Nutricionalmente, é similar ao trigo comum. Atualmente representa 4% da produção total de trigo, entre 25 e 30 milhões de toneladas são produzidas a cada ano.

TRITICALE: uma espécie desenvolvida por pesquisadores, obtida a partir do cruzamento de espécies, trigo e centeio, por isso, seu nome vem de: triticum (trigo) e secale (centeio). Possui como diferencial, um teor de glúten menor que o trigo tradicional, e o conteúdo de lisina, aminoácido limitante em muitos cereais, maior que no trigo ou centeio. 

Agora que já sabe as características de cada tipo de trigo é só escolher a sua preferida, e que mais se encaixa com as suas necessidades. 

REFERÊNCIA:

  1. BORÉM, A.; SCHEEREN, P. L. Trigo: do plantio à colheita. 2015. 
  2. CAFÉ, S. L., FONSECA, P. S. M. D., AMARAL, G. F., MOTTA, M. F. D. S. R., ROQUE, C. A. L., & ORMOND, J. G. P. (2003). Cadeia produtiva do trigo.
  3. EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Trigo. 2016. Disponível em:<https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/144769/1/ID43609-2016LVTrigo.pdf>. Acesso em:26, nov 2020.
  4. EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Trigo. Disponível em:https://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/tecnologia_de_alimentos/arvore/CONT000girlwnqt02wx5ok05vadr1qrnof0m.html. Acesso em: 26, nov 2020
  5. EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Qualidade Técnológica do Trigo. Disponível em:<https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/140918/1/id43623-2016LVTrigoCap14.pdf>. Acesso em: 26, nov 2020.
  6. EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Origem e usos so Triticale. Disponível em:<http://www.cnpt.embrapa.br/biblio/do/p_do150_2.htm>. Acesso em: 26, nov 2020